Artigo: A Interatividade e as Novas Tecnologias nas Artes Visuais

A INTERATIVIDADE E AS NOVAS TECNONOGIAS NAS ARTES VISUAIS

Artigo completo em PDF disponível para Download

SILVA, Patrícia Mara Rodrigues

Orientadora : Luzia Gontijo Rodrigues

Artes Plásticas

Resumo:

O projeto de pesquisa aqui proposto surge de um interesse pessoal interdisciplinar estabelecido entre a arte e outros campos de conhecimento, devido ao meu interesse em questões filosóficas e cientificas que se cruzam com a arte e que revelam a face de nossa época.

A pesquisa tem por objetivo principal, contribuir para uma reflexão sobre os novos meios e processos artísticos interdisciplinares utilizados na pós-modernidade, investigando movimentos artísticos contemporâneos que, trabalhando na fronteira entre arte, ciência e tecnologia, rompem com a concepção de arte contemplativa, reivindicando a participação do “observador” na concepção da obra.

Vivemos em um tempo em que nada acontece fora do universo tecnológico e a cada momento nos vemos diante da interação homem-máquina. A criação artística abre inúmeras possibilidades para essa confluência de conhecimentos que aproxima ciência, tecnologia e fazer artístico (DOMINGUES,1997). Meu interesse está voltado especialmente para a interatividade que une tecnologia e arte, um tema que acredito ser pertinente não somente para artistas e teóricos, mas para todos que buscam uma melhor compreensão do tempo e da cultura em que vivem.

No entanto, o que se pode observar , é que as novas mídias surgiram provocando um grande abalo nas estruturas da arte, ampliando suas dimensões. Entretanto, devemos tomar cuidado para não transformá-la em uma limitação. A tecnologia deve ser usada na arte como uma nova opção mediadora. Os artistas tecnológicos devem se certificar de que não estão apenas explorando possibilidades tecnológicas ao invés de usar esse meio como um instrumento para a execução da idéia e do pensamento artístico-filosófico. Onde está o limite entre a arte tecnológica e a ciência? O que deve ser considerado para que a arte não perca seu caráter poético-filosófico?

Referências Bibliográficas

DOMINGUES, Diana (Org.). Arte no século XXI. A humanização das tecnologias. São Paulo: Editora UNESP. 1997

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s